Castanha da Índia (Extrato Seco) 500mg - 60 Cápsulas

Fitoterápico que melhora a circulação sanguínea e ajuda a eliminar o excesso de líquidos e combater o inchaço, além de fortalecer os vasos, prevenir varizes e reduzir a celulite.

R$ 50,00

5 em estoque

COD - 24428 Categoria

Descrição

A castanha da Índia (Aesculus hippocastanum), rica em saponinas, auxilia no aumento da circulação sanguínea, impedindo que a gordura se deposite nas veias, além de ajudar na eliminação do excesso de líquidos e toxinas. Estas ações da castanha da Índia contribuem para fortalecer os vasos sanguíneos, reduzir os inchaços causados pela má circulação, prevenir varizes e reduzir a celulite, melhorando o aspecto da pele, além de ajudar a regular o colesterol.

Informação adicional

Peso0.05 kg
Dimensões16 × 11 × 6 cm

Informações Importantes

Benefícios

Reduz a retenção de líquidos Ajuda a reduzir a celulite Auxilia na eliminação de líquidos e toxinas Melhora a circulação Previne varizes Melhora o aspecto da pele Ajuda a reduzir o inchaço Auxilia no controle do colesterol

Modo de usar

Tomar uma cápsula ao dia

Formulação

Castanha da Índia 350mg

Advertências

1. Nunca compre medicamento sem orientação de um profissional habilitado. 2. Imagens meramente ilustrativas. 3. Pessoas com hipersensibilidade à substância não devem ingerir o produto. 4. Em caso de hipersensibilidade ao produto, recomenda- se descontinuar o uso e consultar o médico. 5. Não use o medicamento com o prazo de validade vencido. 6. Manter em temperatura ambiente (15 a 30ºC). Proteger da luz, do calor e da umidade. Nestas condições, o medicamento se manterá próprio para o consumo, respeitando o prazo de validade indicado na embalagem. 7. Todo medicamento deve ser mantido fora do alcance das crianças. 8. Este medicamento não deve ser utilizado por menores de 18 anos sem orientação médica. 9. Este medicamento não deverá ser partido ou mastigado. 10. Siga corretamente o modo de usar. Não desaparecendo os sintomas, procure orientação médica. 11. “SE PERSISTIREM OS SINTOMAS, O MÉDICO DEVERÁ SER CONSULTADO”